Prótese dentária em Lisboa

Queres saber o que são, como funcionam, preço e o valor das próteses dentárias?


O ser humano, na busca por substituir os dentes naturais perdidos, utiliza de diversos materiais e técnicas, dentre eles está a prótese dentária. De acordo com estudos, o povo egípcio e fenício já realizava a substituição dos dentes naturais ausentes na arcada dentária, sendo possível encontrar próteses primitivas e simples, substituindo as falhas em múmias de faraós. A perda dentária pode ocorrer de diversas formas, sendo alguns exemplos, as cáries, doenças gengivais e traumatismos. A ausência do dente pode causar uma série de desequilíbrios na arcada dentária, sendo possível também ocorrer à reabsorção do osso alveolar, que constitui os tecidos que circundam a raiz dos dentes, levando a deformações na estrutura do maxilar e mobilidade dos dentes adjacentes em virtude da reabsorção óssea.

Para evitar o desenvolvimento desses problemas são utilizadas as próteses dentárias. A prótese dentária refere-se à reposição dos tecidos bucais e dos dentes perdidos por artificiais e reconstituição das estruturas adjacentes, buscando a reabilitação do paciente e restauração da estética, mastigação e fonética. O tipo de prótese irá depender do número de dentes perdidos e da forma de fixação.
Antes do início do tratamento é necessária uma avaliação da arcada dentária, que servirá de base para o implante, já que o ideal é que o elemento de suporte seja o dente mais íntegro em sua estrutura e com as gengivas e polpa dentária sadias. Do contrário, é necessário que haja um tratamento dessa arcada para que ela possa suportar a inserção da prótese e para que problemas futuros sejam evitados. É importante que seja realizada uma anamnese detalhada, na qual todos os dados sobre a saúde do paciente devem ser informados.

Colocação de Prótese Dentária

Dentre os tipos de prótese, podemos citar a prótese removível, que pode ser retirada pelo paciente conforme a necessidade, facilitando a higienização e cuidados. O preço desse tipo de prótese costuma ser mais acessível, entretanto alguns pacientes podem queixar-se de desconforto e irritação na gengiva e sua durabilidade é menor. Isso ocorre, pois o material utilizado é menos resistente. O dente utilizado em próteses móveis costuma ser feito de acrílico ou de porcelana, sendo que o último possui valor mais elevado. As próteses removíveis são divididas em parciais e totais. O termo parcial indica a reposição de um ou mais dentes, mas não todos, o termo total indica a substituição de toda arcada dentária (popularmente conhecida como dentadura). As próteses podem ser retidas por grampos ou encaixes.

Outro tipo de prótese é a prótese fixa, que não pode ser removida pelo paciente, o que algumas vezes torna a higienização mais complicada, podendo ser limpa apenas pela escovação e utilização de fio-dental ou com procedimentos realizados pelo dentista. As próteses fixas podem ser metálicas, revestidas ou não por um material estético plástico ou cerâmico, resinas ou plásticos especiais. Elas estão divididas entre coroas, pontes e prótese total suportada por implantes. As coroas e pontes são indicadas quando ocorre a perda de poucos dentes, já que o molde precisa de outros dentes para servir de pilar e ser fixado. No caso da perda de vários dentes ou todos eles, pode ser indicado a colocação de implantes dentários, que funcionarão como a raiz do dente, servindo de suporte para fixar a prótese, porém o custo desse tipo de prótese é maior, mas é compensado pela durabilidade e estética mais natural. O valor elevado do tratamento com prótese fixa ocorre devido ao preço da mão obra especializada (dentista ou protético), o tempo de mão de obra clínica e laboratorial e o custo dos materiais, equipamentos e processos necessários para a execução do procedimento. O tratamento geralmente é realizado, no mínimo, de 3 a 4 sessões.

Implante de Prótese Dentária

Vale lembrar que a substituição de um dente natural por um artificial não isenta o paciente de prestar os devidos cuidados de higiene bucal para garantir o prolongamento da vida útil de cada um deles. O processo de escolha do tipo de prótese dentária deve ser analisado cuidadosamente, levando em conta as individualidades e necessidades, além do conforto e a satisfação do paciente em relação aos cuidados profissionais e a adaptação ao modelo escolhido.

Gostarias de saber mais sobre próteses dentárias em Lisboa? Possuis dúvidas? Contactue-nos aqui.

Para Tratamento de Canal em Lisboa, clica aqui.

Clica aqui para retornar à página inicial.